Project 1

Project 1

Published on 11 December 2020
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
MH
Transcript
00:00
Determinação das Curvas-Chave de afluentes e subafluentes do Rio Doce, diretamente atingidos pelo rompimento de Fundão.
00:13
PROJETO
00:14
No dia 5 de novembro, um total de 32,6 milhões de m³ de rejeitos desceu de Fundão. O material passou por cima da barragem de Santarém. Em seguida, a onda de rejeito atingiu Bento Rodrigues distrito de Mariana (MG) .
00:30
Após passar pelo distrito, os rejeitos chegaram ao rio Gualaxo do Norte e através deste, atingiu o rio do Carmo afluente do rio Doce, chegando assim até o reservatório Risoleta Neves, onde parte dos rejeitos foram contidos no barramento se sedimentando no fundo do reservatório da UHE. Inviabilizando assim a geração de energia.
00:49
JUSTIFICATIVA
00:51
Quando sedimentos atingem as turbinas de geração de energia causam danos, que diminuem sua eficiência ou até interrompe o seu funcionamento, assim é crucial que área dos 400 metros tenha um nível baixo de sedimento depositado.
01:07
Determinar se a origem da maior parte do rejeito que chega aos 400 metros, repondo o volume dragado. Determinar a taxa de variacão de sólidos suspensos ao longo dos anos.
01:17
PROBLEMA DE PESQUISA
01:19
O reservatório da UHE precisa ser dragado para entrar em funcionamento, porém, o material retirado rápidamente tem o volume reposto pelo arraste de sedimento.
01:31
SOLUÇÃO PROPOSTA
01:34
Através da análise dos monitoramentos realizados nos afluente e subafluentes, serão determinados ás Curvas-Chave de sólidos para cada tributário e para o reservatório R.N. Assim identificando a fonte de maior descarga sólida e a taxa de variação anual.
01:50
OBJETIVO GERAL
01:51
Determinar curvas-chave de descargas de sedimentos em suspensão dos afluentes e subafuentes do Rio Doce.